A Fúria Feminina!

Posts com tag “Tio Sam

História do Tio Sam: Terrorista Morto

De repente, todo mundo caiu da nuvem onde acontecia o Casamento Real inglês e se “estabacou” em cima do porta-retrato não muito querido do terrorista mais procurado do mundo. Porque até agora, foi só isso que a gente viu: fotos do saudita Osama Bin Laden mais vivo do que no 11 de setembro. Até tratamento de envelhecimento e outras fotos de família já apareceram.

Mas, como diz o ditado, a gente quer ver pra crer! Desde os atentados em2001, amorte de Bin Laden estava na expectativa, ou melhor, estava esperando a hora certa! Afinal, mesmo com a moral abalada dos últimos tempos, o relógio nos EUA costuma determinar os segundos do mundo todo, que dirá então da hora de morrer ou de ser morto. Tudo depende do efeito que eles querem jogar para as relações internacionais. Assim, foto de Osama morto até agora, NADA! (não que isso vá resolver muita coisa!)

Osama: aos 54 anos, terrorista procurado pelos EUA

A justificativa do governo norte-americano é a tentativa de conter maiores manifestações dos movimentos terroristas árabes. Enquanto isso, uma informação aqui, outra ali e a imprensa está alimentada e controlada para o Tio Sam contar a história. Resultado, notícia de primeira mão dada pelo próprio Barack Obama com direito a discurso e tudo. Extremamente calculado: descida no Paquistão, operação de invasão, troca de tiros, captura, morte, quebra de helicóptero, saída “à francesa”, sepultamento no mar e discurso pronto, tudo em menos de 24 horas.

Com o perdão da brincadeira – porque o assunto é sério! – foi um dia de Jack Bauer para nosso anti-herói Barack Obama. Penso que os quase 10 anos depois dos atentados foram tempo suficiente para planejar…

Lembro que na época dos atentados uma das perguntas principais era ‘como o país no nível de segurança como os EUA deixam isso acontecer?’ Foi o bastante para dar a largada nas especulações e Teorias da Conspiração, diga-se o Zeitgeist. 

Zeitgeist, o Filme: produzido por Peter Joseph, 2007, aborda temas como Cristianismo, ataques de 11 de setembro e o Banco Central dos EUA

Para os últimos dias, a questão que coloco é: Porque agora?

Este parece ser o momento ideal para os EUA declararem a morte de Osama. Os órgãos de pesquisa norte-americanos aproveitam para liberar novas pesquisas sobre os índices de aprovação de Presidente americano. Não deixa de ser uma forma de conduzir a opinião pública pela sensação de consenso. E a mídia – jornalismo e entretenimento – abraça essa causa e fatura em cima disso.

Outra coisa interessante é a “coincidência” com as revoltas no mundo árabe que aconteceram nos últimos tempos. Parece que a idéia foi de aproveitar o embalo no “clima de liberdade” que o mundo estava sentindo. Teve até portal dizendo que o ‘O mundo fica melhor sem Osama’.

Morte de Osama: comemoração dos americanos e reflexos na bolsa de valores

O fato é que – usando outro clichê – a história está muito mal contada! Os americanos liberam as informações que querem para a imprensa. Desde como foi a operação, até as investigações e o posicionamento do Paquistão. Os detalhes vão sendo montados sobre a família, dinheiro de fuga escondido, esconderijo e as relações do terrorista que, a princípio, não está mais aqui desmentir ninguém. A cada questionamento, tome uma “desculpa esfarrapada”.

A foto dele morto, ninguém viu!

Será isso tão importante com todas as tecnologias de tratamento de imagem que temos hoje? Jogar o corpo no mar sob desculpa de tradição religiosa – que já foi até desmentida – pareceu ser um jeito bem mais conveniente de não ter que dar explicações. Recolhe-se o DNA e apaga-se o resto! A desconfiança fica à disposição pra quem quiser especular. Estando consciente que tudo tem seu preço, qual seria a vantagem de alguma empresa de comunicação desmentir as fontes oficiais americanas?

…nessas horas me pergunto onde está o Julian Assange e o Wikileaks…

Imagem forjada de Bin Laden morto que foi espalhada nos meios de comunicação

Se em outros tempos o “modo de viver americano” foi disseminado pelo mundo, vejo que essa alegria e euforia dos estadunidenses são outras formas de contagiar o exterior e tentar conduzir as emoções. Afinal, não é todo mundo que pode entrar no país alheio, sair matando a sangue frio e cantar a vitória, não é?!

O Paquistão parece pisar em ovos: EUA diz que a morte foi feita de maneira legal, legítima (autorizada pelo país árabe). Mas então o Paquistão teria entregado Osama? Isso causa revoltas… Ou então, se o Paquistão dava cobertura para Osama, então permitiria a entrada legal dos EUA para matá-lo? Assim o país perde o apoio dos americanos e sai prejudicado… ‘Ser ou não ser’… A base militar próxima ao “esconderijo” fica aí nessa fronteira entra o que é Mentira e o que parece Verdade.

As informações dos jornais paquistaneses em torno de especulações

Uma coisa é certa: assim que a foto de Osama morto estiver pronta muita gente vai se calar e dar o assunto por encerrado. Os meios de comunicação, que são empresas e têm que proteger seu lugar no mercado, vão adotar a coluna do nosso blog e Preferir Não Comentar.

A matéria fica por aqui, mas ainda acho – e me perdoem a brincadeira de novo, principalmente os fãs! – que o tão procurado Osama pode ter deixado o estilo saudita árabe evidente e estar bem livre fazendo negóciosem algum Rancho de Neverland…

Lilian Figueiredo

Helena Ometto

Anúncios