A Fúria Feminina!

Posts com tag “Lady Gaga

TPMídia ON RADIO #10

Ouça o programa TPMídia desta semana e confira: a polêmica da marcha da maconha, caso Pimenta Neves e o atraso nos preparativos para a Copa.

E no De Volta para o Futuro continuamos o especial dos anos 2000 com os maiores hits nacionais e internacionais da década!

Anúncios

Lady Gaga e Judas

Dizer que Lady Gaga é polêmica, já virou uma redundância há muito tempo. E claro, que não seria diferente em seu novo single Judas. O clipe era pra ter sido lançado na páscoa, mas acabou sendo adiado pra esta semana, mas mesmo assim teve uma grande repercussão nas mídias online.

Acredito que esta superprodução deva ter custado alguns milhões de dólares. Obviamente o clipe é cheio de referências bíblicas, crucifixos pra lá e pra cá e trajes inusitados da diva do pop, pra variar. O clipe começa com um bando de motoqueiros, todos eles com jaquetas com nomes dos apóstolos e Gaga está na garupa de Jesus, só que paquerando Judas! Em alguns momentos, Lady Gaga está vestida de Maria Madalena e é até apedrejada nos minutos finais. A produção também contou com a famosa cena do beijo de Judas em Jesus e o lava-pés. Gaga aponta uma arma dourada para Judas e desta arma sai um batom vermelho O.o

Durante a música toda, a cantora diz que está apaixonada por Judas, mas que Jesus é sua virtude.  O clipe conta com vários tons de azul, roxo e vermelho, que deram um tom de agressividade e escuridão ao mesmo tempo. Já a coreografia, achei meio tosco eles fazerem coraçõezinhos com a mão no maior estilo happy rock. E eu tive certeza que já vi aqueles passos antes, só não me lembro de onde!

A única coisa que eu achei meio estranha é que colocaram o Judas num papel de encrenqueiro fanfarrão, que cede aos prazeres da carne. Já o cara que representa Jesus, não tem expressão facial alguma! O máximo que ele faz é distribuir umas bênçãos pela festa e mais nada. Acho que poderiam ter dado mais expressão ao Jesus pra enfatizar mais a dualidade entre os dois personagens.

Com este novo single, Lady Gaga quis levantar mais polêmicas com os religiosos, que já estavam com sapo na garganta desde Born This Way! Polêmica atrai público e maior visibilidade, e isso é o que ela consegue toda vez que lança uma música nova. Marketeiros aprendam com o mestre!

Juliana Baptista

Juliana Baptista

Osama: motivo de “rebuliço” na mídia

23h52. Horário em que foi anunciada a morte do terrorista Osama Bin Laden pela imprensa norte-americana, no domingo, dia primeiro de maio. Sim, primeiro de maio. Data em que é comemorado o Dia Mundial do Trabalho. E pelo visto, as Forças Armadas Estadunidenses quiseram fazer jus à data, matando o homem mais procurado pelo país nos últimos 10 anos.

Pelo menos isso é o que diz Barack Obama. Atual presidente dos EUA que foi “assassinado” pela Fox, quando a emissora anunciou a morte do terrorista: “Reports: OBAMA Bin Laden Dead”. Quiseram realmente matar o presidente americano? Não… Foi puramente um erro de digitação, então? Também não diria isso… Sim, houve erro de digitação (obviamente), mas seria um erro absurdamente grotesco a deixar passar em branco…

Se não houvesse um motivo tão justificável para isso: o furo de notícia. Aí entramos naquele velho dilema do jornalismo atual: qualidade de informação VS. Velocidade de informação. O que tem mais valor? Um fato noticiado no momento em que ele acontece, mas sem uma apuração mais completa, ou um fato noticiado algum tempo depois do ocorrido, mas com informações mais concretas e confiáveis? Eis a questão… De qualquer maneira, a “sede” por notícias quentes ainda é muito grande entre os veículos de comunicação. Isso explica alguns pequenos (ou grandes) erros, como esse cometido pela Fox, e a ausência de publicação de um conteúdo mais denso.

Pensemos a respeito de mais alguns pontos de observação. O casamento “real” aconteceu no dia anterior (um sábado), e a lua-de-mel do casal William e Kate aconteceria logo após o fim de semana. Entretanto, o casal adiou a viagem. De acordo com o diário inglês The Daily Telegraph, a lua-de-mel seria na Jordânia (nada confirmado), e esse adiamento teria acontecido devido à “agitação contínua no Médio Oriente”. Se esse foi o real motivo da decisão tomada pelo casal “real”, não se sabe. Mas o que se pode ter quase certeza é que a cobertura midiática dos pombinhos seria bastante ofuscada pelo caso “Osama”. Fica aí então algo a se pensar…

Curiosidade número dois: A cantora Lady Gaga tinha marcado a estreia para o clipe de seu novo single “Judas” para o dia 5 deste mês (quinta-feira). Mas como sempre, a cantora havia resolvido antecipar a estreia para o dia primeiro (domingo). Porém, contudo, entretanto, todavia, a cantora mudou de ideia e “jogou” a data de lançamento para o dia 5 novamente. Motivo? Também não se pode afirmar nada, mas o que se pode afirmar é que novamente, o caso “Osama” ofuscaria (e muito) a repercussão da estreia de Judas na mídia. Fica aí uma reflexão sobre o poder da mídia de interferir na ordem dos acontecimentos (sejam eles relevantes, ou não).


Helena S. Sylvestre


Versões catastróficas de hits internacionais

Este é um post reflexivo.  Para você ouvir estas versões brasileiras das músicas que você gosta (ou não) e pensar: porque meu Deus? Porqueeeeee? Sempre houve versões de músicas internacionais, mas não se foi só agora que reparei ou elas realmente andam mais freqüentes.

Acho que fazer uma música em cima da melodia de outra que já existe é uma babaquice. Se você quer lançar uma música, pense e faça algo original e não copie coisas que já existem! Porém não é todo mundo que divide a mesma opinião que a minha então irei dar alguns exemplos de assassinatos musicais.

Come as you are foi um grande sucesso do Nirvana em 1991 e hoje temos que conviver com sua versão forró Liga o som da incrível banda Forró Estourado


Dust in the Wind do Kansas é um clássico lançado em 1977 e o álbum que continha essa música chegou a vender 4 milhões de cópias só nos Estados Unidos. Particularmente gosto muito dessa música já que ouvia muito em casa quando era criança, daí um dia vagando pela internets me deparo com  Louca por ti do Calcinha Preta.


Lost in Love do Air Supply, que todo mundo já ouviu alguma vez na vida tem a versão Pra Sempre do Limão com Mel


E pra você não dormir esta noite, temos Sweet child o’mine de uma banda chamada Brucelose, que, diga-se de passagem, é o nome de uma doença que dá em gados O.o wtf

Além dos clássicos antigos, existem umas versões bizonhas de músicas pop, nem Lady Gaga conseguiu escapar dessa! Sua música Just dance tem sua versão com Tô Bem do Aviões do Forró. Lamentável.


Torn da Natalie Imbruglia, aquele hit do finalzinho dos anos 90 é parcialmente copiado em Blá blá blá do Aviões do Forró (denovo!)


Ooops, I Did It Again, de Britney Spears inspirou o Forró de Chapolândia para sua canção Ops, não te quero mais! Sério, onde fica Chapolândia?


Juliana Baptista 

Juliana Baptista