A Fúria Feminina!

Quem Somos

As meninas

Juliana Baptista: apesar de todo mundo achar que tem 13 anos, na verdade tem 21! Mora numa cidade pequena que ninguém conhece – nas proximidades do Himalaia. Adora cinema, música, livros (apesar de a faculdade lhe fazer ler vários por obrigação e deixar de lado os que realmente gostaria de ler) e fotografia. Entrou em Jornalismo na Unesp de Bauru em 2009 e aos poucos foi tendo certeza de que tinha feito a escolha certa, apesar de às vezes se questionar de como seria se tivesse entrado em Imagem e Som… Facilmente prefere ficar em casa na internet ou vendo séries e filmes a ter que sair de casa para qualquer outra atividade. Ama chocolate, café e cachorros. Não é nerd, geek, pseudo-intelectual, hipster e nem jornalista (ainda!). Como reclamar é o seu forte, resolveu criar um blog de crítica e acabou enfiando as amigas pra dentro da história!
contato: juli_fault@hotmail.com

Helena Silva Ometto, adota apenas o sobrenome italiano para nome de guerra. 20 anos, nascida em Jundiaí e canceriana de 04 de julho ( independência dos Estados Unidos). É estudante de Jornalismo da Unesp/Bauru. Decidiu a profissão aos 13 anos de idade e aos poucos está descobrindo os encantos da correria jornalística e o crescente interesse pela área cultural. Apegada demais à família, amigos e tradições, se aventura com a gastronomia, literatura, fotografia, cinema e suas pequenas paixões como laços, croissants, fofurices e Audrey Hepburn. Prefere salgado a doce, sonha com casamento, e sua ousadia de estilo fica por conta dos esmaltes. Aprecia o audiovisual como meio de comunicação de massa e o impresso lhe causa uma certa paixonite. Organizada, luta para que a nostalgia e a sensibilidade não invadam demais seu dia a dia. O que busca aqui é expor sua opinião e se entregar ao que acha correto.
contato: lena_ometto@hotmail.com

Helena Sylvestre: Pseudo-jornalista, adoradora das mídias mofadas e poeirentas e das novas mídias, aspirante a um universo de ilusões, introspectiva e uma parcela de ignorância, pois acha que a sede por sabedoria excessiva corrói as teias sociais… Quanto mais conhece a humanidade, maior sua tendência a ter um pé atrás com as pessoas, mas sua tendência geminiana a se comunicar louca e impulsivamente a impedem de ser taxada de anti-social. Viciada em atividades físicas, boas companhias e uma bateção de cabelo, nunca dispensa convites para sair e consequentemente é uma pessoa arroz-de-festa ao extremo. Demente, mas surpreendente. 21 anos, nascida em Americana no dia 16 de junho. Conheça e e enlouqueça! =)
contato: helenassylvestre@hotmail.com

Juliana Santa Rosa, vinte e tantos anos (não comenta a idade), nascida em Bauru, a cidade com nome de lanche. Jornalista em formação e buscando descobrir entre tantos jornalismos o qual mais lhe agrada, mas sabe que o televisivo está fora de cogitação. Fã de cinema, porém sem predileção por um gênero, diretor ou filme específicos. Apreciadora de Literatura, em especial a brasileira. Se aventurando no mundo da fotografia com uma antiga Nikon F50, e se aventura também no mundo gastronômico com ótimos doces. Não se imagina sem ouvir um bom rock’n roll, mas também aprecia outros gêneros musicais. Apesar da enorme curiosidade pelo mundo tecnológico, tem embaraço diante das mídias sociais e busca aqui expor suas opiniões. E felizmente, não tem TPM.

Lilian Figueiredo: Paulistana de nascimento, veio da “terra da garoa” para crescer seu 1,5m no interior em Pirassununga. Com isso, ganhou um ‘R’ meio caipira (mas com sotaque quando precisa!) e um amor muito grande pela terra, pelas árvores e pela liberdade. Apaixonada por livros e por Machado de Assis, a leitura é portal para um universo paralelo. Antes bailarina, hoje radialista e futuramente Jornalista. Sim, essa mistura de gostos e vontades estão compactadas nessa pessoa que se decidiu pela Comunicação. Afinal, uma jornalista especialista em nada, mas amante de tudo, e que se propõe nesse blog à crítica de mídia para crescer além da estatura…
contato: lilian.jornalunesp@gmail.com


TPM de quem?

Cinco estudantes de Jornalismo com mil ideias na cabeça, vontade de mudar o mundo e revolucionar a comunicação. Nada mais justo que uma proposta inovadora .

Assim nasceu o TPMídia, um blog de crítica de mídia escrito por cinco meninas nascidas no interior do estado de São Paulo, em cidades diferentes, com personalidades distintas (até mesmos opostas), estilos jornalísticos complementares e em comum a amizade, os assuntos aleatórios e a paixão pela crítica.

Por ser um blog de crítica de mídia, nossas palavras não pretendem somente apontar os pontos negativos da mídia de hoje, mas também destacar os pontos positivos e elogiar o que tiver merecimento.

Como disse, somos cinco aspirantes à jornalistas com estilos de escrita diferentes e será fácil perceber essa personalidade em cada um de nossos posts.

Por enquanto é isso. Conheça-nos, aprecie os nossos posts (ou não) e faça suas críticas pessoais no nosso espaço para comentários.

Compartilhe com a gente suas crises de tpm ou renda-se à essa sensação e fúria feminina.

Sem mais.

 

Helena Ometto