A Fúria Feminina!

Porque Harry Potter faz sucesso

 Com o lançamento do filme Harry Potter e as Relíquias da Morte Parte 2, o jovem bruxo virou pauta de praticamente todos os portais de notícia e telejornais nestes últimos dias. Com uma legião de milhões de fãs, Harry Potter consegue fazer sucesso e movimentar várias cifras com seus livros e filmes por vários anos.

 J.K. Rowling lançou o primeiro livro sobre Harry Potter em 1997, porém apenas em 2001 a história ganhou visibilidade quando foi adaptada para o cinema por Chris Columbus. Com o enorme sucesso, Rowling continuou a escrever a saga do bruxo até o sétimo (e último) livro.

Muitas pessoas não entendem o porquê dessa história fazer tanto sucesso, porém apenas quem acompanhou a história de Harry quando era pré-adolescente consegue explicar o amor à primeira vista: identificação com o personagem.  Grande parte dos fãs tinha uns 10 anos quando o filme foi exibido, a identificação com o personagem aconteceu e isso despertou a vontade de acompanhar a história do garoto de Hogwarts.

Porém não é só a idade o fator de identificação dos fãs com Potter. A história do bruxo envolve valores pouco explorados por outras narrativas: mudança nos moldes da família, aceitação das diferenças, quebra de regras para uma causa maior, valorização do intelecto ao invés da força física… As narrativas dos anos 2000 voltadas para as “crianças” eram muito repetitivas, sempre com aquelas lições de moral clichês e Harry Potter acabou explorando com mais profundidade o universo dos jovens, mas sempre sendo um exemplo a ser seguido. Você jamais veria um protagonista Disney desobedecendo alguma autoridade, roubando alguma coisa ou mentindo, mesmo que fosse por uma causa nobre (todo mundo que faz algo negativo é punido nessas histórias). A grande sacada de Rowling foi abordar todos esses valores sem abandonar a magia, todas as crianças têm essa necessidade de magia na infância. Conforme o protagonista vai crescendo e amadurecendo, seus leitores também. Assim, a identificação não perde seu vínculo.

O lançamento da saga aconteceu simultaneamente com a “popularização da tecnologia”. No início dos anos 2000 os computadores e a internet ficaram mais acessíveis, assim como os videogames. A narrativa ganhou mais força graças à multiplicidade de plataformas: era possível assistir o filme, ler o livro, acessar o site, dividir opiniões nos fóruns, jogar os games… Harry Potter foi beneficiado pelo fenômeno transmedia e hoje não é só uma marca, é um capital emocional (uma lovemark).

Sem contar que a história de Harry segue os moldes do Monomito e os heróis sempre acabam conquistando seguidores desde que o mundo é mundo. Harry Potter é o herói contemporâneo, adapta os valores da nova sociedade em sua história e conquista o amor e devoção dessa nossa Geração Y.

Se quiser saber mais como o processo de transmedia popularizou a história de Harry Potter, clique aqui.

Juliana Baptista

Juliana Baptista
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s