A Fúria Feminina!

“Jota Quest 15 Anos na Moral”

Até quem não é muito fã de música nacional se rende ao ”Fácil, extremamente fácil, pra você e eu e todo mundo cantar junto…” Sim, dessa vez escolhi falar dos mineirinhos queridos que desse ‘jeitim’ estão comemorando em 2011 os 15 anos da banda.

Os meninos do Jota Quest apareceram em Belo Horizonte no começo da década de 90 junto com bandas como Raimundos, Planet Hemp e Skank pra agitar o universo rock nacional.  A tentativa era sair da fase ‘Anos 80’, mas essa foi uma mudança que aconteceu aos poucos, mais com cara de adaptação do que contravenção.

É sério! Quem vê os integrantes da banda  usando tênis, calças jeans e camiseta hoje nunca imagina uma foto dessas:

Capa do 1º álbum de estúdio da banda em 1996: J. Quest

O grupo se formou por partes: o baixista Paulo Roberto Diniz Junior, ou só PJ, e o baterista Paulinho Fonseca tinham em comum o gosto musical pelo funk, soul, disco e acid jazz. Na simpatia pela musica black chegou a guitarra de Marco Túlio Lara e o teclado de Márcio Buzelin. E por último – mas não menos importante! – depois de 18 candidatos a voz escolhida foi do analista de sistemas Rogério Flausino.

“A macacada reunida” e estava tudo pronto para o caminho de sucessos que seguem até hoje.

(esq. para dir.) Paulinho Fonseca(bateria); Marcio Buzelin (teclado); Marco Túlio (guitarra); PJ (baixo) e Rogério Flausino (vocal)

E quem não se lembra do desenho Jonny Quest?? É, não é da minha época, mas basta gostar um pouquinho de bons desenhos animados para lembrar do menino loiro e suas aventuras.

Essa criação da Hanna-Barbera Productions foi uma lembrança do baixista PJ que deu origem ao nome do grupo. Ao longo do sucesso, houve algumas mudanças por pequenos (mas muito caros!!) detalhes autorais… Começou como J. Quest (lido Jay Quest) e depois passou a ser o Jota que todos conhecemos…

Algumas histórias também dizem que, por afinidade, em algumas brincadeiras o cantor Tim Maia chamava o grupo de Jota e o nome pegou…

O desenho criado na década de 60 que deu origem ao nome da banda

Muito se fala hoje entre os críticos da música, que da década de 90 até hoje as canções de grande sucesso perderam muito o conteúdo, aquele significado mais ‘profundo e poético das letras’. Nesse sentido, acho que o Jota consegue superar as expectativas, pois faz músicas com certo equilíbrio de significado e melodia que conseguem levar uma mensagem para o público – fãs ou não… Na verdade, acho mais ainda que essa geração da década de 90 ouve coisas diferentes, talvez com mais liberdade, algumas melhores outras não.

Para 2011, parece que os dias melhores da banda chegaram.

Na próxima parada o Jota Quest colocou o pé na estrada e está na turnê “Jota Quest 15 Anos na Moral”. E tem mais, vão marcar presença no Rock in Rio, dia 30 de setembro ao lado de Shakira, Leny Kravitz, Marcelo D2 e outros.

Até hoje, foram 10 discos gravados. Os mineirinhos atingem um público variado, de todas as idades, eclético, que gosta de tudo um pouco. O ritmo que começou quase totalmente soul, hoje ganhou uma cara mais pop, solos de guitarra e bateria, mas sem deixar o estilo próprio e a formação original da banda.

Pra começar a semana de leve, a gente fica por aqui acompanhando a turnê da banda debutante da vez e Ouvindo no Talo o maior sucesso dos mineirinhos do Jota Quest:   “Fácil”

Lilian Figueiredo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s