A Fúria Feminina!

10 anos sem o ícone do punk rock

Há uma década o mundo da música perdia Joey Ramone. Jeffrey Ross Hyman, ícone do punk rock e líder de uma das maiores banda existentes do rock in roll, The Ramones. Joey lutou durante 7 anos contra um câncer linfático até falecer no dia 15 de abril aos 49 anos em Nova York, deixando o rock mais triste.

Lembro do dia quando vi a notícia de seu falecimento sendo dada na programação da MTV. Foi triste ouvir que tal fato aconteceu, pois os Ramones é uma das minhas bandas preferidas, e saber da morte do Joey foi lamentável e também uma perda irreparável para o cenário musical.

Joey Ramone 19 de maio de 1951 — 15 de abril de 2001

Em sua adolescência Joey Ramone foi considerado um excluído da sociedade, esquisito e diagnosticado com TOC (Transtorno Obsessivo-Compulsivo). Sem qualquer perspectiva de vida, Joey afirma, no documentário “End Of The Century: The Story of The Ramones”, que a música o salvou, pois conseguiu canalizar todos os seus sofrimentos e angústias. Mesmo diante de toda sua esquisitice, o vocalista se transformou em um ícone e ajudou a moldar quase todo o rock in roll feito da década de 70 para frente. Do Motorhead passando pelo punk inglês, a bandas como Nirvana, Green Day ao rock brasileiro é difícil encontrar alguma banda que não tenha a influência musical dos Ramones.

CJ, Marky, Johnny e Joey

Para quem não conhece farei um breve histórico da banda. The Ramones foi uma banda de punk rock criada no Queens, Nova York, em 1974. Originalmente era um trio: Joey Ramone (Jeffrey Ross Hyman – vocal/bateria), Johnny Ramone (John Cummings – guitarra) e Dee Dee Ramone (Douglas Colvin – baixo), logo após o primeiro show da banda o empresário Tommy Ramone tornou-se baterista. O quarteto, além de adotar o sobrenome Ramone que era pseudônimo que Paul McCartney usava nos Silver Beatles, também adotou o mesmo visual, com jaquetas de couro e calças jeans rasgadas. No mesmo ano da formação, a banda realizou sua primeira apresentação no bar CBGB, o refúgio do rock underground nova-iorquino.

 

No documentário “End of The Century: The Story of The Ramones” algumas revelações sobre a banda são feitas e surpreende os fãs. A existência de um clima de guerra entre os músicos, a luta por um sucesso de massa, o estilo tirânico e reacionário do guitarrista Johnny, abuso de drogas, e o fato mais curioso: roubo de namorada, Johnny se casou com a grande paixão da vida de Joey. Ao longo dos 22 anos de existência, os Ramones totalizaram 20 discos, sendo 14 de estúdio e 6 ao vivo e a marca de aproximadamente 2.263 apresentações ao redor do mundo. O último show foi realizado em Los Angeles, Califórnia, dia 16 de julho de 1996.

Não lembro ao certo quando o som dos Ramones entrou em minha vida. Tenho uma vaga lembrança de que conheci a banda quando pequena ao passar as tardes assistindo Kliptonita, programa de vídeos clipes exibido na TV Record em 1991 (aí meus cabelos brancos) e também ao ouvir uma música da banda no filme “Pet Sematary” – “Cemitério Maldito” (1989), baseado na obra de Stephen King.

Joey Ramone tem um álbum solo póstumo “Don’t Worry About Me”, lançado em 2002, com a regravação de “What a Wonderful World” de Louis Armstrong. Uma de suas últimas aparições foi fazendo o papel de si mesmo no sitcom norte-americano “Drew Carey Show”, no episódio os personagens tentam escolher um guitarrista para uma banda e Joey é um dos candidatos. Após a morte de Joey, os Ramones entraram para o Hall da Fama do Rock. E mais dois integrantes faleceram, o baixista Dee Dee Ramone, viciado em drogas pesadas, foi encontrado morto em 2002. Em 2004 foi a vez de Johnny Ramone não resistir a um câncer.

Com poucas notas, letras simples e inteligentes e nada de solos intermináveis, os Ramones criaram um som absolutamente único e é essa singularidade que faz da banda uma das mais influentes da história do punk rock.

E eu seguirei com o sonho de ouvir: “Hey, little girl I wanna be your boyfriend. Sweet little girl I wanna be your boyfriend”.

Ouçam no talo e HEY! HO! LET´S GO!

Juliana Santa Rosa

Juliana Santa Rosa
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s